Concreto usinado ou concreto manual?

Quando vamos construir ou reformar, logo surge a dúvida: devo apostar no concreto usinado ou preparar a mistura no canteiro de obras?

Enquanto algumas pessoas defendem que ambos cumprem seu papel, outras acreditam que não é possível substituir o concreto usinado em termos de qualidade. Para ajudar na sua escolha, separamos alguns itens que devem ser previamente analisados.

  • Confia na experiência do pedreiro para preparação do concreto virado em obra?

Apesar de ambos serem resultado da mistura de água, cimento, pedra, areia, o concreto usinado tem como diferencial os aditivos e adições em sua mistura e tem como principal, o uso de cada elemento nas quantidade corretas,  através de ensaios realizados por profissionais (Engenheiros e Técnicos), todos de acordo com as normas, o que pode ser praticamente impossível ser realizado no canteiro de obra. Essas quantidades são extremamente importantes para garantir a resistência e durabilidade do produto final.

  • Está com pressa para finalizar a obra?

Enquanto o concreto usinado chega pronto para utilização, o concreto manual demanda mão de obra, equipamentos para preparação, que podem acabar tornando o produto mais caro, também demandam de espaço para armazenagem e tempo de produção. Por isso, mesmo sendo considerado financeiramente “mais em conta”, o concreto manual possui contrapontos que merecem atenção se você deseja agilidade e qualidade.

  • Custo!

O concreto virado em obra, tende a ser mais barato e se bem feito, pode servir perfeitamente para sua necessidade. Mas se ainda está com dúvidas e compreendeu todos os benefícios do concreto usinado, faça um orçamento com a G10 para entender mais sobre a viabilidade deste produto na sua obra. Talvez, seja interessante para você ganhar agilidade. Afinal, tempo também é dinheiro.

Dica G10: Quando for receber o concreto usinado, prepare o local, ou seja, oriente o pedreiro para fazer as marcações e deixar as estruturas feitas de barras de aço armadas e limpas. Com essas medidas, há melhor aproveitamento do material!

Deixe uma resposta